Texto: família


reflexões sobre a família

Aspectos do Alcoolismo

Há uma grande disponibilidade de informações sobre os problemas físicos, psíquicos e sociais que envolvem a ingesta de bebidas alcoolicas. Contudo é oportuno lembrar que o alcoolismo se instala devagar, do almoço em família às requintadas degustações... há muitas situações sociais de incentivo ao uso e abuso de substâncias alcoolicas.

Fique alerta para os sinais:

- Festa sem bebida não tem graça, precisa da bebida para curtir.
- O copo vazio é prontamente reposto.
- Ausência de dor de cabeça ou mal-estar após beber um pouco a mais.
- Os "amigos" lhe dizem: "você sabe beber, você é forte!!"

Os sinais acima significam que: "o alcoolismo fisico-psiquico-social esta se instalando!!!"


Durante o consumo:

Intercalar copos d'água não anula os efeitos deletérios do álcool sobre o organismo, somente ameniza os sintomas da desidratação provocada pelo álcool.

Dose:

Falar em dosagem é temerário, pois:
a) os principais efeitos negativos são em sua maioria "silenciosos" aparecem a médio prazo (de meses a anos) e
b) o controle da dose ingerida depende do discernimento do próprio sujeito, que ingere uma bebida cujo principal efeito é esmaecer o discernimento.
Nos homens uma ingesta diária maior de 50g de álcool causa, sobretudo, os "silenciosos" problemas hepáticos ou seja, uns 400 mL de vinho (ou 1 litro cerveja), nas mulheres o limiar é menor uns 250 mL de vinho.
Não se auto-engane o consumo exporádico de altas dosagens pode ser tão deletério quanto o consumo frequente de baixas dosagens. O auto-engano se sustenta nas histórias, que todos já ouviram, sobre "um conhecido" que bebeu a vida toda e era forte; deixando a impressão que a bebida alcoolica auxilia na longevidade e saúde.

Existe dose diária benéfica de vinho?

Um tema difícil, pois o consumo diário, mesmo que alicerçado por alegações de benefícios à saúde, incrementa o risco de instalação do alcoolismo e este anula os efeitos benéficos dos flavonóides, catecinas e resveratrois, existentes nos vinhos tintos e, também, nos sucos de uva!!

Portanto:

- Seja seu próprio dono... é você que determina se vai beber... nunca o hábito, a situação ou os "amigos".
- Evite beber todos os dias, intercale os dias com bebida (mesmo que tenha sido um gole!!) com pelo menos 2 dias sem ingerir qualquer tipo de bebida alcoolica (incluso vinagre, bombons com licor...).
- A idéia é ingerir alcool no máximo em dois dias na semana... grandes caminhadas devem ser iniciadas com pequenos passos...
- Saber beber significa não deixar que a situação social ou momento lhe induza.