dicas de psicologia e psicoterapia individual

Dicas & Outros


A alimentação "normal"

FODMAP


Já não é novidade que o excesso de comidas industrializadas possam causar alguns males, o interessante é pensar que mesmo alguns alimentos tidos como "saudáveis" influenciam nossa qualidade de vida. Certamente que para muitos tais cuidados constituem um refinamento na dimensão da alimentação, entretanto também constituem indicador da capacidade de cuidarem de si, de fazerem escolhas e de modificarem hábitos tidos como "normais".

Fermentable, Oligo-, Di-, Mono-saccharides And Polyols - FODMAP são alimentos que podem ser mal absorvidos durante a digestão e fermentarem, causando um desconforto intestinal. Nesta página apenas uma breve apresentação ao tema, que deve ser melhor estudado junto aos profissionais especializados em alimentação e gastroenterologia.

Quais alimentos desencadeiam algum tipo de desconforto?

Um dos maiores problemas na identificação de qual alimento possa estar causando algum desconforto intestinal é a normalidade de tais alimentos em nossos hábitos cotidianos. Os alimentos com maior teor de FODMAP tendem a causar maiores desconfortos, entretanto há uma grande variação entre as pessoas, mesmo sendo da mesma família. Os profissionais especializados possuem métodos identificar tais alimentos.

Alimentos conforme a classificacão FODMAP

Os alimentos estão dividos em 3 grupos conforme o teor de FODMAP, azul baixo, amarelo médio e vermelho alto.
Na caixa abaixo basta você iniciar a digitação do nome do alimento, para que a listagem seja atualizada. Para listar vários alimentos separe com espaços, mesmo que parte dos nomes, por exemplo:
queijo e glúten digite: queijo gluten ou quei glu
maçã digite: mac ou maçã ou Maça ou maca ou MAÇÃ





Alimentos relacionados a cefaléia

Alêm dos problemas estomacais alguns alimentos podem estar relacionados a cefaléia, sobretudo os que apresentam teores elevados de cafeína, nitritos e nitratos, tiranina, fenois, aldeídos e sulfetos. Do outro lado, os alimentos que possuem gorduras boas, triptofano e anti-histamínicos auxiliam a prevenir as cefaléias. É interessante notar que com o avanço da idade, indivíduos que nunca tiveram quaisquer problemas estomacais e/ou cefaléia podem apresentar tais suscetibilidades. Abaixo alguns exemplos de alimentos que tendem a intensificar/prevenir a cefaléia:
intensificar: cafeína, os alimentos industrializados contêm nitritos e nitratos sobretudo os embutidos (linguiças, nas salsichas, nas carnes, nos molhos prontos), chocolate, vinho tinto, queijos duros, amendoim, carne defumada e frutas cítricas, bebidas alcoolicas espumantes e destilados.
prevenir: azeite de oliva, sardinha, salmão e anchova (dentre outros peixes), banana, erva-cidreira, maracuja, pão, arroz integral, feijão e granola, orégano, cravo, canela e gengibre.

Caso identifique algum erro ou algum alimento que possa ser acrescentado a esta listagem, favor entrar em contato.

ajuda   |   busca no site   |   contato   |   termos de uso   |   imprensa   |   usuários   |   home
Florianópolis - Santa Catarina - Consultório (48)  3025 5699