Textos: Diversos


reflexão sobre meio ambiente

A árvore solitária do Ténéré

"L'Arbre du Ténéré" conhecida em inglês como "Lonely Tree of Ténéré", era uma acácia solitária considerada a árvore mais isolada da terra - a única por mais de 400 km.
Ela possuia uns 4 metros de altura, sua idade foi estimada em mais de 300 anos e era marco das caravanas na região de Ténéré no Saara - nordeste de Níger. A solitária acácia causava muitos questionamentos e durante o inverno de 1938/39 foi cavado nas proximidades um poço e se constatou que suas raízes atingiram um lençol d'água a 35 metros abaixo da superfície.
De tão conhecida a "Arbre Perdu" ou 'Árvore Perdida' era referência nos mapas oficiais.
Ela foi a última de um grupo de árvores que cresceram quando o deserto era menos seco do que é hoje. A árvore ficou sozinha durante décadas e passou a ser reverenciada pelos tuaregues e beduínos, que a mantinham intocada.
Contudo, em 1973, toda a amplitude do deserto não foi o suficiente para um motorista líbio embriagado, que atropelou a 'Árvore Solitária' com seu caminhão...
A árvore morta foi transferida para a capital Niamey no Museu Nacional do Níger, em 8 de novembro de 1973 e alguns anos depois foi instalada uma escultura metálica em seu local original.

Referências bibliográficas

www.tree-nation.com/trees/425186
www.larahla.org/index.php?page=articleSaharien195
en.wikipedia.org/wiki/Tree_of_Ténéré
www.the153club.org/tenere-amp.html
no google maps termos Tree of Ténéré, Tchirozerine, Agadèz, Níger
coordenadas 17°44'58"N 10°04'00"E